Pular para o conteúdo principal

Novembro Azul: mês mundial de combate ao câncer de próstata.


A PRÓSTOTA é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, e se assemelha a uma castanha. Ela localiza-se abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma.

O câncer de próstata, tipo mais comum entre os homens, é a causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Na fase avançada, os sintomas são:
• dor óssea;
• dores ao urinar;
• vontade de urinar com frequência;
• presença de sangue na urina e/ou no sêmen.
Fatores de risco:
• histórico familiar de câncer de próstata: pai, irmão e tio;
• raça: homens negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer;
• obesidade.
O movimento nasceu na Austrália, em 2003, mas foi em 2008 que o Instituto Lado a Lado pela Vida oficializou a idéia no Brasil: o Novembro Azul surgiu da campanha Um Toque Um Drible, desenvolvida pelo instituto para discutir temas relacionados ao Câncer de Próstata. Durante todo o mês, a campanha orienta a população e reforça a importância da realização de exames preventivos. Infelizmente, muitos homens ainda são resistentes na hora de cuidar da própria saúde e não realizam consultas periódicas. Por muito tempo, a simples ideia de realizar um exame de próstata era motivo de piada e, entre alguns homens, continua sendo. Esse comportamento afasta os homens dos consultórios e, muitas vezes, quando eles descobrem a existência do câncer, já é tarde demais para um tratamento efetivo ser realizado.
Portanto, exames preventivos frequentes são fundamentais para que a doença não seja descoberta em estado avançado. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUALIDADE DE VIDA

São várias as iniciativas de Hospitais, Voluntários e outras entidades em procurar tornar a vida de pacientes com doenças graves e com longo tempo de tratamento, mais alegre o que nem sempre é possível por vários motivos: ambiente de isolamento, afastamento de parte da família, rotina diária de procedimentos agressivos e outros tantos.
Veja abaixo na íntegra a matéria do Site TecMundo, especializado em informações de tecnologia e assuntos afins:
“Uma das razões disso é o fato de elas, às vezes, precisarem se esforçar para expressar seus sentimentos; muitas até se sentem como se estivessem passando por tudo sozinhas.
Pensando nisso, a empresa Aflac projetou um pato-robô educativo e terapêutico, com recursos que podem ajudar especificamente crianças diagnosticadas com câncer a se expressarem melhor.

Apresentado em janeiro deste ano na CES, o pato robótico acompanha cartões de emoji e uma identificação por radiofrequência (RFID) em seu peito, que permite espelhar as emoções dos cartões. Tudo…